::: Quer Saber? :::
:: Publicidade
::::: O básico
::::: Campanha
::::: Conceituando
::::: Criatividade
:: Agência
::::: O básico
::::: O que é?
::::: Estrutura
::::: Briefing
:: Mídias
::::: Televisão
::::: Rádio
::::: Impressos
::::: Cinema
::::: Internet
::::: Mídia Externa
:: Marketing
::::: O que é
:::::
Esportivo
::::: de Interrupção
:: Merchandising
::::: O que é
:::::
PDV
:: Subliminar
::::: O que é?
::::: Como funciona
::::: Tipos de...
::::: Cores
::::: Exemplos
:: Design
::::: O que é?
::::: Exemplos
:: Cases
::::: O que é?
::::: Caldo Maggi
::::: Delícia
:: Curiosidades
::::: Diversas
::::: Glossário
::::: Eu, etiqueta
::::: Curtas
::::: Cultura Inútil

 

 Impressos 

::: Divisões :::
:: Revista
:: Jornal
:: Panfletagem

Imprensa, revistas e publicidade direta:

Tribuna da Imprensa! 02/08/1954        São os meios de comunicação mais adequados para argumentar quanto for necessário e o leitor estiver disposto a suportar. Se o título, a ilustração e o corpo do texto tiverem suficiente garra, o leitor em muitos casos chegará ao final das 500 ou mais palavras que estes anúncios podem ter.

       A publicidade gráfica contrata-se por espaço, não por tempo. Quanto mais especializado for o meio, maior quantidade de informação se requer para convencer o leitor. Por outro lado, a publicidade escrita tem a vantagem de deixar o leitor determinar por si mesmo o ritmo de exposição, lendo tão depressa ou tão devagar quanto lhe permitir sua capacidade e podendo meditar a leitura, reler, ou recortar o anúncio.

 

 
Notícias Vip

 
Se você quiser
receber notícias Vip,
cadastre-se:

 

O 1º Portal Catarinense de Publicidade e Propaganda