::: Menu :::
:: Colunas
:: Artigos Técnicos
:: Vip Links

::: Tá na Mídia :::
 

Sobre a Ethermídia

Pioneira, foi uma das primeiras empresas nacionais a utilizar a Internet para a realização de negócios, especializando-se neste segmento comercial.

No segmento business to consumer, em 1997 a EtherMidia transformou a cantina Macarronada Italiana na primeira corporação do Brasil entre pequenas e médias empresas a atender pedidos pela Internet.

No segmento business to business, a EtherMidia lançou em 1997 o site FIESCNet, da Federação das Indústrias de Santa Catarina, pioneiro entre os portais business to business nacionais.

Atualmente a EtherMidia atende os mais importantes clientes de Santa Catarina e possui clientes em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná e Bahia.



Elton: Hoje o quadro Brainstorm do Programa Tá na Mídia recebe RODRIGO SABATINI, Diretor Executivo da ETHERMÍDIA. Talvez você não saiba o que é esse "Éther", o isso tem a ver com mídia, o que uma coisa tem a ver com a outra. Rodrigo, já explica para o pessoal o que é esse "Éther" e o que faz a ETHERMÍDIA:

Rodrigo: Bom, o "Éther" na verdade é uma definição que existe entre nós, entre dois corpos, duas partículas e isso é uma definição que vem da Grécia, quando os filósofos não sabiam explicar o que havia entre a gente, o que ocupava esse espaço. Então eles concluíram que entre nós havia um plasma, que é o "Éther". E isso foi usado depois, pelos físicos, para explicar o que existe entre as partículas do átomo, por exemplo. Na internet, como ela é o que está entre a gente, como ela é algo constituído por diversos pontos, algo caótico que está entre a gente, é a mídia do "Éther", que está sempre presente. O que faz a Ethermídia? A Ethermídia nasceu como uma empresa de internet, de tecnologia. Ela tem sua origem na engenharia e nós começamos como uma consultoria, colocando para as empresas como explorar a nova tecnologia. Evoluímos, mas mantemos sempre esse espírito de andar na fronteira desse conhecimento que e a mídia internet.

Elton: A ETHERMÍDIA foi uma das primeiras empresas do Brasil a usar a internet para a realização de negócios. Como aconteceu isso?

Rodrigo: Aqui no estado nós tivemos uma experiência com a Macarronada Italiana que foi destaque nacional no "Pequenas Empresas Grandes Negócios", onde fizemos a primeira experiência de uma entrega, de um delivery via internet. A pessoa entrava na internet, fazia o pedido e através de uma conexão a Macarronada recebia esse pedido e entregava. Nós fizemos isso em 1997, um ano apenas após o surgimento da internet no Brasil.

Elton: Mas se nós pararmos e pensarmos um pouco, mesmo tendo começado um serviço de delivery via internet no ano de 1997, estamos um pouco atrasados em relação ao resto do mundo, não é Rodrigo?

Rodrigo: Eu sinceramente não penso assim, até porque a internet é muito nova. A internet tem trinta anos de vida, e nesse tempo todos nós usamos o e-mail. Apenas em 1994 é que surgiu o módulo gráfico (sites, portais, etc.) e aí que começou a explosão dela no mundo pois ela passou a ter uma aplicação mais doméstica e não só científica como tinha antes.

Elton: E nós estamos tão familiarizados que parece que já a usamos por quase todos esses 30 anos.

Rodrigo: É verdade. E um outro exemplo é o próprio aparelho de telefone celular, que também tem pouco tempo de vida e muita gente não lembra da sua vida sem ele.

Elton: Porque a ETHERMÍDIA é uma empresa de vanguarda e com visão de futuro?

Rodrigo: Essa definição faz parte do nosso perfil. Nós somos uma empresa de pesquisa e buscamos antever as tendências que nos levam ao futuro, para que possamos desenvolver tecnologia para isso. Iniciamos com a internet que na época era algo de vanguarda e hoje todos têm os seus e-mails, todas ou a maioria das empresas tem a sua home page, algumas delas utilizam de forma adequada, outras não, mas de alguma forma todos têm a sua presença na internet. Hoje a Ethermídia já não tem mais a construção de sites como o seu principal negócio, o seu principal foco. Nós estamos mirando hoje na TV interativa, que será o próximo passo daqui há uns quatro ou cinco anos. Estamos atuando já na co-produção de um programa na TV Cultura de São Paulo e também damos consultoria para diversas televisões sobre isso. Trabalhamos nesse ramo já há quase três anos.

Elton: Bom, você estava falando para mim antes, do quanto está atrelado o envolvimento da internet com a TV. Você vê isso como uma parceria inseparável? Uma vai manter a outra ou mesmo uma vai depender da outra?

Rodrigo: Eu não sei se uma vai depender da outra mas entendo que há uma convergência natural das duas mídias assim como há uma união da internet com o jornal. Na verdade a gente aprendeu que as tecnologias não são substituídas. O que acontece é que você agrega tecnologia. Existe uma diferença, que eu creio ser de conceito, é que nós somos seres humanos que temos 24 horas por dia e nesse tempo nós dormimos, trabalhamos e até assistimos TV, quando dá. Há alguns anos a mídia TV dominava as outras, pois nós assistíamos de cinco a seis horas por dia em média. Hoje a gente assiste em média duas horas ou menos por dia. Então eu acredito que houve com a mídia uma mudança de interpretação. Na verdade, você não tem um veículo, você tem que ter domínio de uma mente. Você tem que estar presente no rádio, na televisão, no jornal, na internet e na revista para que se possa atingir aquele consumidor que queremos. No caso da TV e da internet eu acredito que haverá uma migração. Hoje a TV já está buscando utilizar a internet e a internet já transmite as imagens da televisão. Existem inclusive alguns canais de TV exclusivos para internet. Eu acho que daqui a uns cinco anos nós teremos a TV digital implementada em quase todo o mundo e a partir dela será um pulo para a TV interativa. Nós já temos algumas experiências de televisão interativa principalmente nos canais por assinatura, como Directv e Sky.

Elton: Bem, vamos falar um pouco agora de alguns sites desenvolvidos pela Ethermídia. Um deles, apontados como TOP é o site do Guga. Como é desenvolver um site para um cara que virou ídolo no Brasil e no mundo?

Rodrigo: O site do Guga não é tão difícil pois contamos com uma grande participação dele nas atividades. Ele dá idéias, responde aos fãs, e colabora de várias outras formas. Ele tem um envolvimento muito grande com a tecnologia. No site, que nós assumimos há mais ou menos dois anos e meio, nossa primeira ação foi desenvolver um site que pudesse atender os seus fãs, que pudesse criar uma comunidade ou atender uma comunidade que já existia em torno do atleta. Nessa experiência, no primeiro ano, nós atingimos o máximo que foi ser reconhecido como o melhor site de uma personalidade no país e o melhor site de um tenista no mundo. Conseguimos esses dois prêmios e hoje nós temos uma média de 60 milhões de page views por ano, nós temos também mais de três mil pessoas cadastradas no Clube Guga, que é o clube virtual do atleta. Nós ainda transmitimos alguns jogos dele em tempo real e enfim, temos uma fidelidade muito grande. No segundo ano do nosso trabalho nós direcionamos mais o trabalho para o lado do esporte e hoje no site nós damos informações sobre o tênis e ele está se tornando um dos sites mais completos do assunto, dando informações sobre os torneios de ponta, os resultados dos jogos, torneios juvenis, etc.

Elton: Existe algum link no site que fale do lado comunitário do Guga?

Rodrigo: Um dos outros sites da Ethermídia é o do Instituto Gustavo Kuerten, onde nós temos todo o trabalho e todo o envolvimento do Guga com o chamado terceiro setor.

Elton: Tem outros sites que vocês desenvolveram, como o do Angeloni, da Acaert, da Fiesc. Fale um pouco pra nós sobre eles:

Rodrigo: O site do Angeloni por exemplo foi todo renovado e é um grande sucesso no país inteiro. Esse site tem hoje um serviço muito forte de e-commerce. Através dele o Angeloni vende seus produtos para as nove cidades mais populosas do estado de Santa Catarina. Ela foi a primeira rede de supermercados do sul do Brasil a entrar na internet, além de ter seu serviço de compras consolidado, o "Tempo". Nós conseguimos construir na internet a marca Angeloni e pela pesquisa divulgada pela Folha de São Paulo, nós fomos apontados como a 4ª marca mais lembrada do país nessa área e, levando em conta o montante de verba aplicado pelas redes de supermercados dos grandes centros nós concluímos que isso é um grande trabalho.

Elton: Bom Rodrigo, muito obrigado pela entrevista e sucesso com a Ethermídia.

21/09/2002

 
Boletim Tá na Mídia

 
Se você quiser
receber as manchetes
dos programas
semanais do
Tá na Mídia,
cadastre-se:

 
O 1º Portal Catarinense de Publicidade e Propaganda